Setembro 14, 2017

Acompanhamento do Tratamento

Acompanhamento do tratamento

A importância deste acompanhamento no início da recuperação do adicto e da sua família pode ser enorme.

A família terá suporte permanente enquanto o adicto estiver em tratamento, este acompanhamento passa por ajudar a família a saber o que deve ou não fazer quando surgirem dificuldades.

O técnico tem acesso a relatórios do progresso do tratamento(com permissão do paciente) e assim também consegue perceber e aconselhar melhor a família.

A experiência de estar em tratamento tem uma primeira fase de adaptação e de conhecimento do programa. Esta fase pode ser difícil e causar alguma “agitação” no paciente, não só porque é algo de novo para ele, mas mas também porque são os seus primeiros dias de abstinência.

Para alguns pacientes esta é uma fase crítica e é extremamente importante a família estar preparada para saber o que deve ou não fazer!

Este acompanhamento vai ajudar a família a saber agir da forma mais eficaz para ajudar o paciente a ultrapassar as dificuldades, e por vezes temos mesmo de voltar a intervir e mostrar todo o amor e esperança que temos na sua recuperação.

Com este serviço a família vai sempre estar acompanhada por um profissional que está habituado a estas situações e claramente o aconselhar eficazmente!

A experiência  profissional de ter trabalhado 10 anos em centros de tratamento é uma experiência muito útil para ajudar as famílias a compreender que a maioria destas dificuldades são “normais” nesta fase.

Pós tratamento

Quando o tratamento estiver na sua recta final, vamos começar a trabalhar no seu plano de pós tratamento, encontrar soluções e suporte para continuar a sua abstinência e recuperação no seu contexto familiar, profissional e social.

Um plano estruturado eficaz e que ofereça tudo o que o adicto precisa para ter sucesso na sua recuperação e dar apoio e aconselhamento que a família precisa para continuar também a sua própria recuperação, agora num contexto diferente porque o adicto está em recuperação!

A família também deve mudar e progredir na sua recuperação, assim como também saber ajudar o adicto nesta fase tão importante para o sucesso da sua recuperação, para isso também temos o nosso Programa Familiar Estruturado.

Jorge Venceslau