Alcool

Um em cada dez consumidores regulares tornam-se alcoólicos com dependência.

O álcool actua sobre mecanismos de acção de neurotransmissores de modo a diminuir a contribuição de processos excitatórios e potenciar actividade neuronal inibitória.

 

Efeitos

Os efeitos do álcool vão desde estados de relaxamento e de bom humor, após o seu consumo, até à sonolência e perda de consciência. Esta é a principal razão que leva à forte vigilância policial sobre os condutores que álcool, e justifica o seu apoio na opinião pública.

Algumas pessoas tornam-se muito violentas sob o efeito do álcool, e cerca de um em cada dez consumidores regulares tornam-se alcoólicos com dependência.

O uso prolongado de álcool causa lesões no organismo, especialmente no fígado, e pode também provocar lesões irreversíveis no cérebro. Mulheres grávidas que bebem álcool correm o risco de ter filhos com lesões cerebrais e baixos coeficientes de inteligência.

Milhares de pessoas morrem por ano em consequência de doenças provocadas pelo álcool.

Atendimento urgente

(+351)917 797 333

Estamos sempre disponíveis para apoiar os nossos pacientes!

Agende uma consulta