Setembro 14, 2017

INTERVENÇÃO FAMILIAR ESTRUTURADA

 

 

A intervenção familiar é a técnica mais eficaz que as famílias podem solicitar para ajudar um ente querido que sofre de uma adição, é o passo mais poderoso que uma família pode tomar para iniciar o processo de recuperação.

A intervenção é um processo cuidadosamente planeado, fundado no amor, honestidade e compaixão, percebemos que o AMOR é a força mais poderosa e eficaz que podemos usar para confrontar uma adição.

Grupo de intervenção

Após sua decisão de fazer de uma Intervenção Familiar Estruturada, precisamos decidir sobre os membros do grupo. Para que seja confortável para o adicto, e para a família, o número do grupo deve ser pequeno, cerca de 3-8. Esses membros devem ser respeitados pelo adicto para que ele ou ela fique confortável e não se sinta ameaçado de nenhuma maneira. Pode ser membros da família, amigos, médicos ou outros. Quando intervimos em grupo, a influência de cada pessoa é mais poderosa do que individualmente, como alguns de vocês provavelmente já experimentaram antes sem os resultados que queriam.

Sessões de planeamento

Aqui vamos planear as futuras sessões de pré-intervenção e todas as etapas que precisamos de passar até o dia da Intervenção e depois disso também. Toda participação é crucial, a experiência que cada um tem tido ou teve com o adicto e como cada um pensa que podem ajudar. Os princípios de amor, honestidade e compaixão serão apresentados ao grupo.

Educação

Esta é a fase de educação, isto é, quando você olha algumas das evidências científicas mais recentes sobre: o que é uma adição? o que está acontecendo no cérebro do adicto, como isso se relaciona com seu comportamento? Como o adicto tem afectado os membros do grupo e cada membro descobrir o que precisam mudar. O que você precisa mudar para ter um impacto no comportamento do adicto e ajudá-los a fazer o mesmo. Além disso, você será educado sobre o que é a recuperação e quais as mudanças que precisam de acontecer para que seja possível alcançar, uma recuperação estável.

Avaliação

Agora chega o momento em que todos vocês vão pensar criticamente sobre a nossa abordagem e tudo o que você planeou. Avalie os recursos que você possui, reveja o plano várias vezes, faça planos de backup para ter certeza de que nada nos vai “escapar”. Olhe para isso de todos os ângulos possíveis, não deixe as coisas ao acaso e ao erro. Qualquer coisa pode dar errado no último minuto, você precisa antecipar esses eventos e executar possíveis cenários. Se houver alguma fraqueza no nosso plano, então esta é a altura para pensar em novas respostas.

Estratégia

É aqui que usamos toda a informação e educação que recolhemos e vamos elaborar um plano (uma estratégia) que funcionará. Quando e onde o dia da intervenção, onde todos estarão sentados, quem falará primeiro, como você se certificará de que o adicto seja confortável, como você irá abordar a questão do tratamento, etc.? Veja como você elabora a estratégia sobre esta questão e, em seguida, avance. Você tem que eliminar o espaço para o erro tanto quanto possível e realmente estar confiante de que funcionará!

Selecção do centro de tratamento

Se a fase de educação foi feita correctamente, neste ponto você já tem uma boa ideia quais são as necessidades do adicto e decide por uma das opções que serão apresentadas, normalmente três. Aqui você vai decidir qual centro de tratamento, muitas coisas acontecem para tomar essa decisão. Os seus recursos financeiros, a abordagem, o modelo, a eficácia, o programa, a localização, as qualificações e a experiência dos técnicos, os serviços oferecidos, etc. Você vai procurar o site, descobrir o que as pessoas que por lá passaram têm a dizer sobre eles e avaliá-los e escolha uma ou duas possíveis para apresentar ao adicto no dia da intervenção.

Escrever cartas

Durante o dia da intervenção, as emoções podem ser altas e, por esse motivo, cada pessoa irá escrever uma carta ao adicto para ser lida durante o dia da intervenção. As cartas podem impedir “surpresas” de raiva espontânea, julgamento ou culpabilização.

O tamanho da carta é de uma ou duas páginas no máximo. Você terá acesso a como escrever uma carta, quais são as três partes principais e todas as directrizes sobre como escrever uma carta eficaz. Expressar o AMOR deve ser o sentimento mais presente que você irá expressar ao adicto. Esta é uma oportunidade única para você expressar o seu amor, preocupação, esperança no futuro de seu ente querido, como o adicto tem afectado você e quanto você se preocupa com ele ou ela. O dia da intervenção pode gerar muitas emoções e muitas famílias disseram que foi um momento único e muito significativo para toda a vida familiar.

Ensaiar a intervenção

Prática, Prática, Prática; Essa é a chave para o sucesso na vida e também nesta situação. Encontre um voluntário (pode ser o Intervencionista) que actuará como adicto e ensaiará todo o processo com os membros do grupo. Identifique as objecções que o adicto pode usar para evitar ou adiar o tratamento, em seguida, formule as suas respostas. Não se preocupe se o procedimento parecer algo confuso e constrangedor, você terá um Intervencionista lá (Jorge Venceslau) para o ajudar. 

Seleccionar o Tratamento mais adequado

Escolha um centro de tratamento, responda suas perguntas pré-admissão e o Jorge marcará uma consulta para a admissão. Crie um plano que garanta a presença do adicto no dia da intervenção. Depois actuamos sobre o que planeamos. Faça uma última verificação dos arranjos e continue com o plano. Planei chegar ao local de intervenção 30 minutos antes do adicto, estacione em um local discreto e se o encontro for na casa do adicto, chegar em grupo.

Pós-tratamento

Vamos discutir sobre o que deve acontecer após o tratamento e a importância do cuidado contínuo para o adicto e para a família. Algumas das questões são quem acompanha o adicto para o tratamento e de volta para casa, as necessidades de recuperação contínua para o adicto com o plano de pós-tratamento e o Sober companion personalizado quando ele voltar para casa e para apoiar família, o Programa de Família Estruturada quando e depois o tratamento começar. O objectivo principal é conseguir uma recuperação estável e isso pode significar ter um suporte contínuo  durante 2-3 anos. O planeamento antecipado reduz o risco de uma recaída acontecer!

Dia de intervenção – Com Amor

E agora você passa com os planos. Planeie chegar ao local de intervenção 30 minutos antes de o adicto se esperar, estacione em um local discreto e se você estiver se encontrando na casa do adicto, chegar em um grupo. Prossiga enquanto ensaiamos e você deveria estar bem, lembre-se porque passamos pelo plano de novo e de novo? Era para garantir que isso funcionasse sem problemas. Apenas fique com o plano e você estará bem. Após a intervenção, os intervencionistas (Jorge) chamam o pessoal de admissão do centro de tratamento e informam se o adicto aceitou ou não o tratamento. A boa notícia é que minha experiência fazendo mais do que 100 Intervenções nos últimos 10 anos, cada 10 intervenções resultaram em 9 adictos entrarem no tratamento voluntariamente nas próximas 48h após o dia da intervenção!

Jorge Venceslau