Março 5, 2011

A Intervenção

A Intervenção Familiar

O álcool, as drogas ou jogo não só afectam o adicto/dependente, mas também toda a família.

13015373_1007745519260671_1675990697173925516_n-1

 

Se chegou até aqui, é porque provavelmente precisa de ajuda e tem alguém que lhe é muito querido que quer ajudar.

Normalmente as famílias que me contactam, estão desesperadas e cansadas de tentarem ajudar a pessoa que amam sem sucesso!

 

Sei que Intervenção Familiar vai conseguir ajudar.

 

Quero-lhe dizer, que este meu trabalho tem mesmo esse objectivo, ajudar as famílias a ajudarem o seu familiar a encontrar a solução para o seu problema!

Mesmo que essa pessoa (adicto/dependente) diga que não quer ou que não precisa da sua ajuda.

Saber “lidar” com um ente querido que tem um problema de adição ou dependência é um grande desafio e deixa as pessoas mais próximas da pessoa a sentirem-se impotentes e desesperadas.

É muito comum as famílias  não terem certeza de como ajudar ou mesmo sem saberem por onde começar!

Frequentemente as pessoas que lutam com uma adição/dependência perdem a capacidade de “ver”, de como seus comportamentos os afectam a eles mesmos e às pessoas em seu redor

As  pessoas normalmente não procuram ou aceitam ajuda para os seus problemas o mais normal é negarem que tenham um problema.

Fazem promessas de que vão parar sozinhas – promessas essas que não vão conseguir concretizar!

As pessoas com este tipo de problemas precisam de ajuda para pararem o seu comportamento e mudarem o seu estilo de vida!

O objectivo é ajudar a família a ajudar o adicto, fazendo com que a pessoa aceite fazer um programa de tratamento especializado, antes que as coisas se tornem ainda piores.

Durante o processo de Intervenção Familiar Estruturada vou explicar tudo o que sei sobre este problema e vou ensinar quais as melhores técnicas e estratégias que vamos implementar para termos sucesso.

Em cada 10 Intervenções Familiares que faço, 9 delas têm sucesso e a pessoa aceita ajuda voluntariamente!

É importante intervir antes que as coisas realmente fiquem insuportáveis e não ficar á espera que os adictos/dependentes procurem ajuda por conta própria, porque isso pode nunca acontecer!

Pessoas que lutam contra a adição ou dependência muitas vezes não conseguem ver a extensão dos seus problemas e das consequências negativas que provocam naqueles que ele mais ama.

Tudo isto porque na área do cérebro, oque tem a capacidade de tomar decisões está afectada!

O funcionamento e a estrutura do cérebro fica modificada e assim os dependentes/adictos não conseguem fazer aquilo que para nós é bastante evidente e sensato constatar!

 

ele não está bem e precisa de ajuda.

 

Siga estes meus links, para saber mais sobre a intervenção e claro pode sempre contactar-me!

Jorge Venceslau